shutterstock_239339239

Viva!

Ora, hoje apeteceu-me esclarecer umas dúvidas que me têm chegado e que têm inquietado alguns dos meus seguidores: como escolher um fotógrafo de casamento. Se também anda preocupado com esta questão, mas estava com vergonha em pedir-me ajuda, então esta publicação é também para si!

Não é difícil escolher um fotógrafo de casamento, como poderá perceber, mas este processo exige alguns passos, que podem mesmo determinar o sucesso desta “missão”.

 

Passo 1

A primeira etapa é ir à procura de vários profissionais, quer na internet, quer perguntando a familiares e amigos. O meio de procura não é muito importante, sou sincero, mas sim as provas dadas pelos fotógrafos escolhidos. Passamos então para o segundo ponto para perceber melhor o que lhe quero dizer.

 

Passo 2

Escolhido um bom número de fotógrafos (4 a 6), está na altura de analisar bem os seus portfólios. Pode fazê-lo de duas maneiras: pessoalmente, pedindo-lhes para ver fotografias dos eventos onde estiveram a trabalhar, ou através dos seus websites e páginas pessoais nas redes sociais. Eu, como fotógrafo, de casamentos e não só, há mais de uma década, prefiro mostrar o meu portfólio pessoalmente aos meus potenciais clientes, também para falar um pouco com eles e dar-me a conhecer melhor, mas pode começar por analisar o trabalho dos profissionais que já estão disponíveis e contactá-los mais tarde.

 

Passo 3   

Depois de perceber quais são os profissionais cujos trabalhos mais lhe agradam, está na hora de os contactar. Quando o fizer, certifique-se que percebe se estes realmente dominam a arte fotográfica e se são a melhor escolha para fazerem aquilo que pretende. A realidade é que nem todos têm o mesmo método de trabalho, portanto, há quem não seja adequado para certos serviços. Para além disso, existem aqueles que, como eu, trazem um valor acrescentado ao evento, porque fotografam e filmam. Por isso, é importante que analise isto tudo e que, para além das competências, fique seguro da versatilidade de cada um.

 

Passo 4

Após eclipsadas todas as dúvidas, e tendo já a certeza daqueles que melhor preenchem os seus requisitos, em termos de competência e, não menos importante, de simpatia e de disponibilidade, peça-lhes um orçamento detalhado e compare-os. Nesta altura, deve apenas estar indeciso entre dois fotógrafos, no máximo três. Escusado será dizer que o fotógrafo de casamento que se mostrar mais barato deve ser o possível escolhido, certo?

 

Como pode constatar neste pequeno guia, não é assim tão difícil seleccionar o melhor fotógrafo de casamento para o seu evento, apenas deve ser bastante ponderado na sua decisão e ter total certeza quando for a dar o “okay” final ao profissional sortudo.

 

Abraço!

Luís